15 de janeiro de 2013 - 08:18

ALPB lança ‘SOS Seca’ e une lideranças do Nordeste

(Autoridades presentes ao evento)

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) lançou, na manhã desta terça-feira (15), no Salão Parahyba do Hotel Tambaú, na Capital, a Campanha SOS Seca Paraíba, que é um movimento suprapartidário e regional para chamar a atenção do Governo Federal para ações emergenciais e duradoras sobre a convivência com a seca. A campanha é fruto da “Caravana da Seca”, realizada pelos deputados estaduais no mês de dezembro de 2012 e que teve como objetivo verificar in loco a situação de calamidade enfrentada pela população em diversas regiões da Paraíba, em decorrência da seca, e cobrar soluções urgentes das autoridades para o problema.

Na oportunidade, também foi divulgada a “Carta da Paraíba”, documento oficial da campanha, que junto com relatório final da “Caravana da Seca”, reúne as deliberações da incursão, que passou por mais de 50 municípios e percorreu mais de dois mil quilômetros. Ainda no lançamento da Campanha foi iniciado um abaixo-assinado para reforçar, com assinaturas de toda a região, as deliberações do relatório da Caravana junto às autoridades.

Na Carta, constam as principais ações estruturantes para o Semiárido, a exemplo de ampliar a operação carro-pipa; aumentar a distribuição de ração animal; limpar barragens; recuperar e instalar poços; distribuir cestas básicas; reativar e desburocratizar o Programa do Leite; revitalizar perímetros irrigados; encontrar solução definitiva para o endividamento dos produtores do semiárido com o BNB; implantar adutoras; massificar a construção de cisternas; criar programa de geração de renda para o sertanejo e driblar o êxodo rural; despoluir rios e açudes que receberão águas da transposição do Rio São Francisco.

(Protesto de agricultores)

Diversos políticos do estado estiveram presentes ao lançamento, a exemplo dos dois senadores da República, Cássio Cunha Lima (PSDB) e Vital do Rêgo (PMDB); os deputados federais Manoel Júnior (PMDB), Nilda Gondim (PMDB), Damião Feliciano (PDT), Leonardo Gadelha (PSC), Efraim Filho (Democratas) e Wilson Filho (PMDB); deputados estaduais da Paraíba e de outros estados como Themístocles Filho, presidente da Assembleia Legislativa do Piaui; Keopes Lima, deputado do Rio Grande do Norte; Hélio Soares, do Maranhão; e Inácio Loiola, de Alagoas.

Também prestigiaram o evento vários prefeitos e vereadores de diversos municípios paraibanos, a exemplo do vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira (PPS).

Além dos parlamentares, também estiveram presentes representantes de segmentos religiosos, como o arcebispo da Paraíba Dom Aldo Pagotto; o arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jayme Vieira Rocha; o Pastor Estevam; representantes da Associação Paraibana de Imprensa (API); o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraíba (OAB-PB), Odon Bezerra; o superintendente da Sudene, Paes Landim; o diretor de Gestão e Apoio Estratégico da Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA), Chico Lopes; representantes da Embrapa; Insa (Instituto Nacional do Semiárido), como representantes de outras instituições. O senador Cícero Lucena (PSDB) lamentou não poder estar presente devido a um compromisso oficial, mas se prontificou a se engajar na ação.

(Evento bastante prestigiado)

Durante a abertura do evento, o presidente da ALPB, deputado estadual Ricardo Marcelo (PEN), conclamou todo o povo nordestino, representado no evento por todos os presentes, a se unir para reforçar os pleitos do relatório que foi produzido a partir da Caravana da Seca. Ele também revelou que a próxima deliberação da agenda positiva da Casa de Epitácio Pessoa para buscar soluções para seca será enviar a “Carta da Paraíba” a presidente Dilma Rousseff e intensificar a coletar de assinaturas do abaixo assinado para reforçar a campanha. Após a abertura, feita por Ricardo Marcelo, o escritor e historiador paraibano, Pedro Nunes Filho, proferiu palestra sobre a Ocupação Histórica do Semiárido; e o meteorologista Luiz Carlos Baldicero Molion, que é professor e pesquisador da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), PhD em Meteorologia e pós-doutor em Hidrologia de Florestas, sobre Previsões Climáticas. O presidente da ALPB, deputado Ricardo Marcelo (PEN), também destacou o caráter regional que o SOS Seca PB assume com o intuito de contribuir para chamar a atenção dos governos Federal e Estadual para a efetivação de ações duradoras e permanentes, capazes de promover a convivência dos agricultores, agropecuaristas e produtores rurais com a seca no Semiárido.

O senador Cássio Cunha Lima criticou a falta de conhecimento do Governo Federal com relação à situação de calamidade enfrentada pelos moradores do semiárido nordestino devido à estiagem. Segundo ele, dizer que os programas assistencialistas, como o Bolsa-Família, soluciona a convivência com a seca é desconhecer a realidade do povo nordestino. Ele também cobrou ações estruturantes para a região.

Já o senador Vital Filho parabenizou o presidente Ricardo Marcelo pela iniciativa de realizar a Caravana, demonstrar seus desdobramentos e aproximar a Casa de Epitácio pessoa da população. “O relatório da Caravana e a Carta da Paraíba demonstra a responsabilidade do Poder Legislativo com o sofrimento do povo do semiárido e reflete a missão dos parlamentares”, sustentou.

Vital Filho também anunciou que no mês de fevereiro a Comissão Externa do Senado Federal, criada para fiscalizar as obras da Transposição do Rio São Francisco, irá realizar sua primeira reunião e o estado escolhido pelo encontro foi à Paraíba, devido ao trabalho da ALPB para buscar soluções para seca.

 

 

ALPB

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br