9 de dezembro de 2012 - 09:09

Chávez anuncia retorno a Cuba para se submeter a nova cirurgia

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou que voltará neste domingo a Cuba para se submeter a uma nova cirurgia que rotulou de “absolutamente imprescindível”, após serem detectadas novas células malignas em seu organismo.

Chávez desenhou um cenário no qual poderia não estar presente como consequência da nova operação, e pediu que no caso de alguma coisa lhe acontecer o vice-presidente, Nicolás Maduro, conte com seu apoio como seu sucessor.

“Nicolás Maduro, não só nessa situação, deve concluir como manda a constituição o período, mas minha opinião firme, plena como a lua cheia, irrevogável absoluta, total, é que nesse cenário que obrigaria a convocação de eleições presidenciais vocês o elejam como presidente”, disse Chávez em cadeia nacional.

UNIDADE

Chávez disse que o vice-presidente e há mais de seis anos chanceler da Venezuela “é um dos lideres jovens de maior capacidade para continuar (…) com sua mão firme, com seu olhar, com seu coração de homem do povo”.

O presidente venezuelano acrescentou que assim poderá continuar “comandando junto ao povo sempre e subordinado aos interesses do povo os destinos desta pátria”.

“Se como diz a Constituição se apresentasse alguma circunstância que a mim me desabilite para continuar à frente da Presidência”, disse Chávez, Maduro deveria concluir o período atual, que termina em 10 de janeiro com a chegada do novo período presidencial para o qual Chávez foi eleito no dia 7 de outubro.

Chávez assinalou que “em qualquer circunstância” se deve “garantir o andamento da revolução bolivariana, o andamento vitorioso desta revolução” e seguir “construindo a via venezuelana ao socialismo”. “Dá-me muito dor na verdade que esta situação cause dor, cause angústia a milhões de vocês”, acrescentou.

“Aconteça o que acontecer vamos continuar tendo pátria”, disse e pediu aos “patriotas” da Venezuela: “Unidade, unidade, unidade”.

Chávez alertou que “não faltarão quem tente aproveitar conjunturas difíceis” e disse que, perante “esta circunstância de novas dificuldades do tamanho que for, a resposta (…) é unidade, luta e vitória”.

DOENÇA

O presidente venezuelano foi diagnosticado e operado de um câncer em junho do ano passado em Cuba.

Desde então Chávez passou em três ocasiões pela sala de cirurgia, a última vez em fevereiro passado para se tratar do mal, do qual unicamente se sabe que fica na zona pélvica, mas não seu tipo nem localização exata.

 

 

Folha de S. Paulo

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br