3 de dezembro de 2012 - 09:11

Obama adverte Bashar Assad contra uso de armas químicas

Barack Obama advertiu hoje o presidente sírio, Bashar Assad, contra o uso de armas químicas no conflito contra rebeldes. Segundo o norte-americano, a ação seria inaceitável e “teria consequências”.

“O mundo está vendo”, disse o presidente dos EUA, durante encontro com um grupo de especialistas em proliferação nuclear.

“O uso de armas químicas é e seria totalmente inaceitável e, se você cometer o trágico erro de usar essas armas, haverá consequências e você será responsabilizado”, afirmou Obama.

O comentário foi feito no mesmo dia em que funcionários de serviços de inteligência dos EUA afirmaram ter havido possíveis movimentações do arsenal químico sírio recentemente, razão pela qual tanto a Casa Branca quanto o Departamento de Estado dos EUA manifestaram preocupação.

Obama ainda disse no encontro que o perigo nuclear “segue sendo uma das maiores ameaças” e que a não proliferação continuará sendo uma de suas prioridades na Presidência.

Ele ainda defendeu, no evento, presenciado por parlamentares democratas e republicanos, mais investimentos em novas tecnologias e cooperação com outros países detentores de arsenais, incluindo a Rússia, pelo bem da segurança de ambos os países.

OUTRO LADO

“Nós repetimos exaustivamente que não vamos usar esse tipo de armas, se elas estiverem disponíveis, contra nosso povo sob nenhuma circunstância”, informou a Chancelaria síria, em comunicado, após pronunciamento da secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, em Praga, horas antes do discurso de Obama.

Damasco possui uma quantidade indeterminada de mísseis com armas químicas, o que preocupa as potências ocidentais e vizinhos como Turquia e Israel. Com o aumento da presença de militantes da Al Qaeda entre os rebeldes, cresceu o temor pelo uso indevido do armamento.

 

 

Folha de S. Paulo

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br