26 de novembro de 2012 - 10:14

O dia do bafômetro

Finalmente aconteceu, e justamente comigo. É aquela história de se dizer que pode acontecer com qualquer um, com você nunca. Então confesso: num domingo recente, à tarde, tomei duas cervejas e peguei o volante. Mas eis que vejo uma blitz um quilômetro à frente, e o pânico me sacode… Por quê?

Porque naquele momento eu era um criminoso. Ninguém é criminoso por tomar duas cervejas – mas, no caso em questão, a lei é clara: está cometendo infração, ou crime de trânsito, o motorista com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a 6 decigramas.

Não sei quantos decigramas percorriam-me o meu sangue, mas tinha consciência de que estava acima do limite. Não me sentia zonzo, mas a lei é a lei. E nada de procurar saída, subir calçada ou buscar uma esquina que sequer existia. Sou do tipo que encara o problema de frente, os resultados são mais positivos e acredito que as fugas, neste e noutros casos, sempre nos colocam numa grande fria.

Vamos lá, respire fundo e avance. Encare os seus atos. Pague a multa, se for o caso. Se apreenderem o seu carro, chame um táxi e vá para casa. Não reclame, não xingue, pague por seus pecados. Se for o caso, também, peça desculpa. É a melhor saída. Nada de tapar o sol com a peneira. E… “Boa tarde, senhor…”

O fiscal já fala isto olhando em nosso rosto, tentando encontrar o menor vestígio do crime de beber. “Por favor, me mostre a Habilitação e o documento do carro…”

Eita, chegou a hora da onça beber água. E, no entanto, já não tenho um mínimo de dúvidas sobre o que devo fazer. Farei tudo o que ele me pedir, serei um exemplo de boa conduta. “Obrigado pelos documentos. Agora, por favor, sopre nesta bolsa…”

Pronto, eu penso, é agora que eu vou tomar no toba… Mas tranquilo, curiosamente estou bem tranquilinho, pois não há outra saída. Chegou o meu dia, serei de uma integridade ímpar. Que venha a bolsa, vou soprar com gosto. Fruuu, fruuu, fruuu… “Isso, sopre tudo, até encher…”

Enchi bonito, não soneguei o meu ar, e já estava me preparando para descer do carro. Além de produzir uma prova contra, já estava ensaiado para lhe dizer o que tinha feito, quantas tinha bebido, que tinha consciência do erro e que gostaria de chamar um táxi, mas… – Ufa! – acho que fui salvo pelo bom comportamento, até hoje não sei o que aconteceu:

“Obrigado, agora pode ir.”

O que houve? O bafômetro não acusou? Ué, dizem que acusam com somente um copo, e eu tomei duas garrafas… Até hoje não me conformo de não saber o que saiu dos meus solidários pulmões. Ele me liberou, como se nada tivesse acontecido. Então vou tomar outras duas? Não senhor, volte para casa, ligue o seu DVD e veja aquele filme que você vem adiando há dias.

Tudo bem, já estou indo, obrigado meu Deus, e agora vá entender esses bafômetros… Agora já não sei quem cometeu o crime: se fui eu, por ter descumprido a lei, ou se foi o guarda que fez vista grossa, deixando de me punir por alguma inércia, displicência ou, quem sabe, pelo meu estado de resignação, obediência e bom comportamento.

A não ser que tenha sido um mero golpe de sorte. Ou alguma falha naquela bolsa de ar.

tarcisio.pereira

Tarcísio Pereira

Cultura

Escritor, teatrólogo e jornalista paraibano. Também agente cultural e produtor artístico, vem desenvolvendo na Paraíba uma intensa atividade nas áreas de teatro, literatura e gestão cultural. Já colaborou em todos os jornais da Paraíba, sempre com temas na área de cultura, política ou cotidiano. Como escritor, publicou 21 livros, sendo 7 romances e 14 volumes com produções de textos dramatúrgicos. Recebeu vários prêmios nacionais como escritor e teatrólogo, além de indicações em concursos fora do país. Nascido em Pombal, no sertão paraibano, reside em João Pessoa desde 1980, cidade que lhe conferiu o título de Cidadão Pessoense e a Medalha Educador Darcy Ribeiro, em reconhecimento da Câmara Municipal de João Pessoa. Também é diretor teatral e ator, com atuação em teatro e filmes brasileiros.

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br