13 de novembro de 2012 - 03:08

Inflação na Espanha atinge 3,5% em outubro, maior nível em 18 meses

A inflação para o consumidor espanhol chegou a 3,5% em outubro, maior nível desde maio de 2011, segundo informe do Instituto Nacional de Estatísticas divulgado nesta segunda-feira.

O número alto, no entanto, era esperado pelo mercado, segundo a agência de notícias Reuters, e está um pouco acima dos 3,4% registrados em setembro.

O núcleo da inflação, que exclui os voláteis preços de alimentos e energia, ficou em 2,5%, ante leitura de 2,1% um mês antes e a maior leitura desde novembro de 2008.

Os preços harmonizados para a União Europeia subiram 3,5%, em linha com as estimativas e com o dado de setembro.

DEBILIDADE

Os números altos da inflação debilitam ainda mais a economia espanhola, que sofre com a queda do consumo, causada pela redução dos salários e o desemprego, que supera os 25%.

Em setembro, o país elevou em setembro o Imposto sobre Valor Agregado (IVA) como uma das medidas de austeridade do governo para diminuir a dívida e o deficit. Isso contribuiu também para a diminuição do consumo.

O governo irá decidir neste mês se poderá honrar uma promessa de elevar as pensões em linha com os dados de novembro da inflação.

A alta de preços é mais uma das consequências da crise da dívida pública no país, em meio à relutância do governo de Mariano Rajoy de pedir resgate à União Europeia, apesar das dificuldades de financiamento.

 

 

Folha de S. Paulo

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br