8 de agosto de 2012 - 08:56

Exército sírio lança grande ofensiva para retomar controle de Aleppo

As forças governamentais sírias lançaram nesta quarta-feira uma grande ofensiva para recuperar o controle da cidade de Aleppo, em uma batalha concentrada no bairro de Salahadin, onde os rebeldes reconheceram um recuo.

“(As tropas) conseguiram um avanço de 50 metros em Salahadin com a ajuda de um comboio de tanques T-80 de fabricação russa. Esses tanques foram trazidos há três dias dos armazéns do porto de Latakia, embora não saibamos quando chegaram da Rússia”, disse por telefone o número dois do Exército Livre da Síria (ELS), Malek Kurdi.

De acordo com os rebeldes, as forças do regime de Bashar Assad conseguiram avançar graças aos carros de combate, contra os quais o ELS utilizou plataformas de lançamento de granadas e projéteis antiblindados, “um armamento não serve para tanques”, disse Kurdi.

Obeida Al Naimi/Reuters
Rua de Aleppo após confronto entre as forças rebeldes e o Exército Sirio no bairro de Salahadin
Rua de Aleppo após confronto entre as forças rebeldes e o Exército Sirio no bairro de Salahadin

Apesar disso, ele assegurou que os insurgentes conseguiram conter a coluna de tanques com bombas caseiras, que danificaram alguns carros.

“O regime deseja recuperar o bairro porque ele fica no centro da cidade, e dali se pode controlar as instituições administrativas de Aleppo”, explicou o líder insurgente, acrescentando que é muito difícil para as tropas conseguirem entrar em Salahadin, por causa das ruas estreitas.

Obeida Al Naimi/Reuters
Rebeldes caminham em rua do bairro de Salahadin, depois de confronto com Exército Sirio em Aleppo
Rebeldes caminham em rua do bairro de Salahadin, depois de confronto com Exército Sirio em Aleppo

CONFRONTOS

Uma ativista independente em Aleppo, Wed Al-Hayat, afirmou que os combates começaram na manhã desta quarta em Salahadin e que o exército sírio havia rondado o bairro com tanques.

Também foram palco de enfrentamentos os bairros de Al Sajur, Al Shear, Al Sekari e Bustan al Basha, onde o regime de Assad conseguiu uma importante vitória.

Segundo a televisão estatal síria, as forças governamentais conseguiram “repelir um grupo terrorista e eliminar um grande número de mercenários” em Bustan al Basha.

Os bombardeios contra outras localidades da província de Aleppo aconteceram com especial intensidade nos povoados de Hanano e Al Bab, segundo a rede ativista Comitês de Coordenação Local (CCL), que denunciou que os militares apontaram contra a mesquita do bairro de Salahadin.

MORTOS

Em toda a Síria, mais de cem pessoas morreram nesta quarta-feira por causa da violência. O Observatório Sírio de Direitos Humanos informou que, de acordo com seus dados, morreram 90 civis e combatentes rebeldes, e 41 membros das forças do regime.

A maior parte das vítimas estavam na província de Aleppo (35 pessoas), mais especificamente, na cidade homônima (a maior do país), com 26 mortos.

Segundo os Comitês, que não costumam incluir em sua apuração vítimas das tropas governamentais, o número de mortos chegou a 101, a maioria em Aleppo e Hama (centro).

 

 

Folha de S. Paulo

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br