6 de julho de 2012 - 09:30

Secretário de Turismo de João Pessoa é exonerado

O secretário de Turismo de João Pessoa, Francisco Linhares, integrou mais uma leva de demissões efetuadas na gestão municipal pelo prefeito Luciano Agra (sem partido). Além dele, o chefe da Guarda Municipal, Sandro Targino e o coordenador do Procon, Emerson Fernandes foram dispensados de seus cargos, assim como Marcone Maia (Tecnologia) e Marcos dos Santos (Adjunto da Secretaria de Administração). Ainda foram exonerados Janaina Pessoa (Adjunta da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres), Tânia Brito (Secretária executiva da Ouvidoria Pública), Nilton Santos (Chefe de gabinete da Secretaria da Ouvidoria Pública) e Jailma Vasconcelos (chefe do gabinete do Orçamento Democrático).
O petista, contudo, divulgou uma carta aberta ao prefeito na qual comenta a exoneração, bem como o conflito interno no PT, cuja reviravolta fez com que Luciano Cartaxo, anteriormente opositor do gestor, hoje aceite seu apoio para concorrer à prefeitura.
Carta pública ao prefeito Luciano Agra

 João Pessoa, 05 de julho de 2012

Soube ontem, por telefonema de sua Assessoria, de minha demissão da Secretaria de Turismo da Prefeitura de João Pessoa, onde estive desde meados do primeiro semestre do ano passado. Não me foram dadas quaisquer explicações, nem as pedi. Saio de cabeça erguida e com muito orgulho. Pela nomeação e pela demissão. Saio porque sou leal. Defendo hoje o projeto político e administrativo que abracei, com a mesma lealdade e entusiasmo com que defendi sua gestão, junto à sociedade e ao meu próprio Partido. Não por exigência funcional, mas de coração, por acreditar nos objetivos do projeto e nos princípios do gestor.

No PT, expus-me, indispus-me em sua defesa contra os que criticavam sua Administração e o chamavam de ladrão. E ladrão você não é, tenho absolutíssima certeza. Sua administração é exitosa, até porque é a mais pura continuidade do projeto iniciado há quase oito anos pelo então prefeito Ricardo Coutinho, quando você era secretário e entusiasta desta causa, razão pela qual você hoje é o prefeito de nossa Capital.

Vejo, agora, com surpresa, mas com alguma curiosidade, que minha pregação partidária certamente surtiu efeito. Os que antes enlameavam sua honra, com a leviandade mais irresponsável e a irresponsabilidade mais criminosa, estão juntos de você. Você os acolhe como correligionários de primeira hora. Ou eles têm e você lhes deu razão, no que não acredito, ou mudaram de opinião, o que espero, e não devem tardar em pedir desculpas públicas.

Sou agora absolutamente o mesmo. Meus novos caminhos serão balizados pelas mesmas antigas crenças e princípios, pelos mesmos ideais, pela mesma compreensão e igual vivência do que seja lealdade, um sentimento de nobres, que os submissos jamais entenderão.

Cumpri meu dever. Honrei meus compromissos, inclusive o de lealdade à gestão e à cidade de João Pessoa. Mas minha consciência não vendo nem alugo. Minha liberdade não hipoteco. Continuo o mesmo que você nomeou para a Secretaria de Turismo e se manteve ao longo do processo e da gestão. Se alguém mudou, não fui eu.

 

Francisco Linhares
Pessoense, economista, servidor público federal

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br