29 de junho de 2012 - 09:14

Líderes da UE retomam reunião e avaliam plano de crescimento

Os chefes de Estado e de Governo da União Europeia começaram seu segundo dia de cúpula em Bruxelas após o acordo conseguido pela zona do euro que permite a recapitalização direta dos bancos e a compra de dívida dos países pelos fundos europeus de resgate.

Hoje, os líderes da UE esperam aprovar formalmente o pacto de crescimento, que inclui um plano de impulso econômico de € 120 bilhões, rejeitado ontem à noite por Espanha e Itália enquanto não fossem oferecidos soluções a curto prazo para suas dificuldades de financiamento.

As duas medidas eram as principais reivindicações da Itália e Espanha. O presidente francês, François Hollande, destacou em sua chegada ao Conselho Europeu que o acordo alcançado já teve “efeitos positivos” nos mercados.

“Vamos tomar decisões coerentes e destinadas a tranquilizar os mercados financeiros”, disse por sua parte o primeiro-ministro de Luxemburgo e presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker.

O acordo teve um reflexo positivo nos mercados: o prêmio de risco espanhol se situava nos 501 pontos básicos, após o fechamento de 542 pontos de ontem. Os juros do bônus espanhol a dez anos estava em 6,62%, após ter chegado ontem a 6,93%.

APOIO À ESTABILIDADE FINANCEIRA

“Reafirmamos nosso forte apoio para garantir a estabilidade financeira da eurozona, em particular utilizando os instrumentos existentes do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF) e o Mecanismo Europeu de Estabilidade (MSF)”, disse o presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy por meio de uma rede social.

Além disso, Van Rompuy pediu uma “rápida conclusão do apoio financeiro para recapitalizar o setor bancário da Espanha”.

A zona do euro chegou a um consenso ontem à noite em vários pontos que até agora tinham sido rechaçados por países como Alemanha, Holanda e Finlândia.

A Espanha, além disso, conseguiu um acordo pelo qual o empréstimo de até € 100 bilhões que receberá para sanear seus bancos será iniciado por meio do fundo de resgate temporário (FEEF) e depois do fundo permanente (MEDE).

 

 

Folha de São Paulo

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br