24 de junho de 2012 - 06:47

Paraguai será suspenso do Mercosul, diz agência

Segundo a agência de notícias France Presse, o Paraguai será suspenso do Mercosul (Mercado Comum do Sul) na próxima reunião de cúpula da organização, que será realizada em 28 e 29 de junho no estado argentino de Mendoza.

Além do Mercosul, o Paraguai deve ser suspenso também da Unasul (União de Nações Sul-Americanas), diz a agência de notícias Reuters. Ela cita uma fonte de alto escalão do governo brasileiro.

A autoridade, que falou sob condição de anonimato, diz que o governo brasileiro têm mantido contato com autoridades de outros países da região e que há consenso para a suspensão do Paraguai após o impeachment do ex-presidente Fernando Lugo, destituído do cargo nesta sexta-feira.

“O ponto é transformar este novo governo [paraguaio] em um pária”, diz o funcionário brasileiro.

Na quarta, os presidentes da Unasul se reunirão em Lima para debater situação do Paraguai.

Segundo o funcionário, o embaixador brasileiro em Assunção, chamado de volta a Brasília para consultas, não deve retornar ao Paraguai. O Brasil não pretende romper completamente suas relações com o Paraguai por conta da usina hidrelétrica binacional de Itaipu.

O governo brasileiro não manterá contatos com Franco e atuará no por meio de organismos multilaterais. Essa estratégia, diz a autoridade, tem por objetivo deixar claro a gravidade do impeachment ocorrido no Paraguai.

A meta é garantir que nada parecido aconteça em outros paises, como Bolívia e Peru. “É uma reação institucional que mostrará aos outros as consequências negativas de uma medida agressiva como esta”.

AUSÊNCIA PARAGUAIA

O novo presidente do Paraguai, Federico Franco, disse na manhã deste domingo que não participará da reunião da cúpula do Mercosul.

Após a declaração, o chanceler José Felix Fernández disse que representará o país no encontro.

UNASUL

Integram a Unasul Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Uruguai, Suriname e Venezuela.

O bloco reúne quase 400 milhões de habitantes –cerca de 68% da população do continente– e tem um PIB somado de US$ 2,3 bilhões (cerca de R$ 4,7 bilhões).

RUPTURA

Em nota divulgada na noite de sábado, o Itamaraty condenou o impeachment de Lugo e chamou de “ruptura da ordem democrática” o acontecimento.

Segundo o Ministério de Relações Exteriores, Lugo não teve garantido amplo direito de defesa. O ex-presidente foi destituído em 30 horas.

 

 

Folha de São Paulo

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br