18 de junho de 2012 - 10:24

Boletim aponta redução de 39,9% do número de casos de dengue

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) notificou 6.229 casos de dengue na Paraíba, no período de 1º de janeiro até 15 de junho, de acordo com boletim epidemiológico da 23ª semana. Mesmo com o mês de junho sendo caracterizado por um pico de incidência devido ao aumento das chuvas, ainda se observa uma redução de 39,9% no número de casos notificados em comparação ao mesmo período de 2011, cuja notificação chegou a 10.361 casos.

Em relação aos casos graves da doença, a redução, tendo por base comparativa o ano de 2011, é ainda maior. No ano passado, foram notificados 215 casos, enquanto que em 2012, esse número não passa de 68, representando redução de 68,4 % até o período atual.

Também de acordo com o boletim epidemiológico, apenas 14 municípios do Estado possuem casos investigados e encerrados como formas graves da dengue, sendo a capital paraibana o município com a maior incidência: 31 casos de dengue clássica e 14 da dengue hemorrágica. Além de João Pessoa, as formas graves da doença também foram notificadas em Teixeira, Cabedelo, Gurinhém, Bayeux, Conde, Itabaiana, Sapé, Sousa, Uiraúna, Conceição, Cruz do Espírito Santo e Patos.

Até o momento, foram registrados 1.675 casos de dengue clássica, 44 casos de dengue com complicações e 24 de febre hemorrágica da dengue. Do total de casos notificados, 1.542 já foram descartados e os outros 2.944 estão sob investigação.

A gerente executiva de Vigilância em Saúde, Júlia Vaz, alerta que, apesar da redução do número de casos notificados no período em relação a 2011, é necessária a intensificação das ações preventivas e da atuação integrada entre a gestão pública da saúde com a população.  “O momento é frágil para o crescimento do número de casos e requer empenho das Secretarias Municipais de Saúde na intensificação das ações de campo e colaboração continuada da população, para impedir que ocorram as condições propícias para a procriação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue”.

A população deve estar atenta para não permitir o acúmulo de água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d’água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Para Júlia Vaz, os municípios contribuem com o controle da dengue ao notificar e investigar adequadamente todo caso suspeito, obedecendo ao período de 60 dias. “Além disso, as formas graves ou óbitos por dengue devem ser notificados imediatamente, através do telefone 8828.2522 (plantão 24 horas), de acordo com a Portaria nº 104 / 2011”.

Números do boletim – 23ª semana

Notificados – 6.229

Dengue clássica – 1.675

Dengue com complicações – 44

Febre hemorrágica da dengue – 24 (na semana passada eram 26 casos de FHD, entretanto, após encerramento da investigação, dois migraram para dengue com complicações)

Óbitos por Dengue – 02 + 01 óbito suspeito em investigação

Descartados – 1.542

Em investigação – 2.944

 

 

Secom/PB

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br