21 de maio de 2012 - 06:34

Al Qaeda reivindica ataque no Iêmen; ministro era alvo

A rede terrorista Al Qaeda reivindicou o atentado ocorrido nesta segunda-feira durante o ensaio de um desfile militar na cidade de Sanaa, em que ao menos 90 pessoas morreram.

Em um comunicado, o grupo diz que o objetivo da operação era assassinar o ministro da Defesa, Mohamed Naser Ahmad, que se encontrava no local da explosão mas saiu ileso.

Ao menos 90 pessoas morreram e outras 222 ficaram feridas no atentado suicida, de acordo com o Ministério da Defesa local.

Foi o atentado mais sangrento desde o início da revolta popular, no início do ano passado, que derrubou o regime do ditador Ali Abdullah Saleh.

O ataque foi perpetrado na praça de Sabein, onde se encontravam o ministro Naser Ahmad, e o chefe do Estado Maior, Ali al Ashual.

 

 

Folha.com

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br