3 de maio de 2012 - 07:47

Curso de Especialização em Direitos Humanos, Econômicos e Sociais

Terminam nesta sexta-feira (4) as inscrições para o curso de Especialização em Direitos Humanos, Econômicos e Sociais, promovido em convênio pela Escola Superior da Magistratura (Esma), do Tribunal de Justiça da Paraíba, e a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). As matrículas dos aprovados serão realizadas no período de 9 a 11 deste mês e as aulas terão início no dia 11.

Conforme o edital, estão disponíveis 50 vagas, sendo cinco para funcionários do CCJ-UFPB; cinco vagas para demanda social; cinco para membros do Ministério Público do Estado da Paraíba; cinco para membros da Defensoria Pública da Paraíba; cinco para servidores do Poder Judiciário do Estado da Paraíba; e 25 vagas para magistrados do TJPB.

As inscrições devem ser feitas pessoalmente, por procuração, na Secretaria da Esma, situada à Rua Abelardo S.G. Barreto, Altiplano, João Pessoa-PB, sempre de segunda a sexta-feira, das 14h às 20h, ou pelos correios. Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 50,00, para magistrados, promotores de justiça e defensores públicos, e de R$ 25,00, para servidores do TJPB, que será paga através de boleto bancário emitido pela Esma. A ficha de inscrição está disponível no site da Escola (www.esma@tjpb.jus.br). No ato da inscrição, serão exigidos o projeto de pesquisa do curso e o currículo lattes do candidato.

Confira as fases de elaboração dos projetos de pesquisa:
1) Introdução – Aqui será apresentado o terma escolhido pelo candidato. Esse tema será desenvolvido ao longo do curso. É importante que o assunto seja aquele que o candidato realmente queria trabalhar durante a especialização.
2) Problemas do tema – Essa parte é fundamental para a pesquisa. Será nessa fase que o candidato vai esclarecer, efetivamente, o tema escolhido e esclarecer o problema.
3) Hipóteses – São as soluções provisórias. Com base nas leituras feitas pelo candidato, naturalmente essas soluções aparecem, como forma de resolver naquele momento o problema levantado.
4) Objetivos – Aqui, a bancada examinadora vai descobrir a familiaridade que o candidato tem com o tema. Os objetivos são de extrema importância, por que é com base nos objetivos que a trajetória do projeto será definida.
5) Justificativa – Nessa fase o autor do projeto vai definir a importância e relevância do tema do seu projeto, que ele está tentando pesquisa.
6) Fundamentação teórica – O candidato terá que demonstrar de onde se originou o tema escolhido, quais as matrizes teóricas que estão por trás do assunto. Quais as correntes jurídicas e filosóficas.
7) Metodologia – São os procedimentos que vão orientar a pesquisa e sua natureza, se é de cunho jurídica, filosófica ou sociológica. O candidato também terá que assinalar quais os métodos que ele vai utilizar na pesquisa.
8) Cronograma – Um item técnico, onde o candidato vali demonstrar qual o espaço de tempo dispõe para realizar a pesquisa.
9) Referências – São os autores citados em sua pesquisa. Esse autores têm que ser citados como fontes de leitura.

 

 

TJPB/Gecom

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br