2 de maio de 2012 - 10:18

Campanha contra a Febre Aftosa

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap) lança às 10h desta quarta-feira (02), a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa 2012, que vai até 31 de maio. O lançamento acontece na Estação Experimental da Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária (Emepa), em Alagoinha. A meta é vacinar 100% do rebanho bovino paraibano.

A expectativa da Sedap é que nesta primeira etapa sejam imunizados cerca de 1,4 milhão de bovinos e bubalinos. “A Defesa Agropecuária da Sedap tem o objetivo e o desafio de elevar e manter a cobertura vacinal do rebanho dos 223 municípios paraibanos. Nesta 1ª etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa, pretendemos erradicar essa enfermidade no nosso Estado”, comenta o secretário do Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca, Marenilson Batista.

O Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) tem como estratégia principal a implantação progressiva e a manutenção de zonas livres da doença, de acordo com o Ministério da Agricultura.

Para o gerente Executivo da Defesa Agropecuária, Rubens Tadeu, uma das novidades da campanha deste ano será promover uma parceria com Incra e Interpa, com o intuito de vacinar 100% do rebanho e regularizar cadastros em todos os assentamentos rurais localizados no Estado.

Realizada duas vezes ao ano, a campanha de vacinação é a principal responsável pelo sucesso na prevenção da aftosa na Paraíba, que há 10 anos não registra nenhum caso da doença.

De acordo com o Secretário Executivo da Agropecuária, Rômulo Montenegro, a vacinação é obrigatória por lei em bovinos (gado) e bubalinos (búfalos) de todas as idades. O produtor tem que comprovar que vacinou seu rebanho nos escritórios das Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsavs) ou nas sedes da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB).

“Esperamos contar com o apoio de todos os produtores para que vacinem seus animais e informem a estratificação do rebanho. Caso o produtor não declare, estará sujeito a multas e terá seu rebanho impedido de retirar a Guia de Trânsito Animal (GTA), documento que atesta a sanidade dos animais”, observa.

Parceiros- A campanha contra febre aftosa na Paraíba segue o calendário instituído pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e pela Secretaria de Desenvolvimento Agropecuária e da Pesca, em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), a Superintendência Federal de Agricultura na Paraíba (SFA/PB) e  Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA).

Também participam a FAEPA/SENAR-PB , Interpa, Emepa, Federação dos Trabalhadores da Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag),  o Sindicato dos produtores Lácteos da Paraíba ( Sindileite), prefeituras municipais, bancos do Brasil e Nordeste  e o segmento produtivo paraibano. Outras informações podem ser obtidas na Gerência Executiva da Defesa Agropecuária da Paraíba ou através do telefone 0800-281-3031.

 

 

Secom/PB

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br