26 de junho de 2018 - 08:48

NordesteLab

Começa nesta quinta-feira (28) o NordesteLab, um dos maiores eventos de articulação do setor audiovisual no Brasil. Realizado com apoio do Ministério da Cultura (MinC), por meio da Lei Rouanet e de recursos do Fundo Setorial do Audiovisual, o evento será realizado até 1º de julho, na sede do Instituto Goethe, em Salvador (BA), com exceção da cerimônia de abertura, marcada para o teatro do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB).
Criado inicialmente para dinamizar o setor audiovisual na Região Nordeste, o evento incluirá, na edição de 2018, produtoras de cinema das regiões Norte e Centro-Oeste. A programação prevê a realização de pitchings (exposições orais), rodadas de negócios e mesas de debates sobre temas atuais e relevantes ao setor, como Lei do Audiovisual, políticas públicas do audiovisual, representação de gênero e propriedade intelectual, entre outros.
O evento, de acordo com os organizadores, conta com ações de formação, articulação e desenvolvimento de mercado. Entre os objetivos do NordesteLab estão a ampliação do diálogo internacional entre agentes públicos e privados de países emergentes, em especial da América Latina ou de países de língua portuguesa, ou ainda que tenham políticas de fomento à produção independente.
Nesta edição, o NordesteLab também terá espaços dedicados ao intercâmbio entre os profissionais do setor e plataformas específicas para articulações regionais, nacional e internacionais. Além dos debates, serão promovidas também atividades de estímulo à difusão e à circulação de obras.
Programação
No dia 28 de junho, às 19h, a mesa de abertura, no Teatro do IRDEB, tem como tema “Sotaques locais, olhares globais: perspectivas das políticas de fomento ao audiovisual no Brasil”. Participam a diretora da Agência Nacional do Cinema (Ancine) Débora Ivanov, a diretora do Centro Técnico Audiovisual (CTAv), Daniela Pfeiffer, a diretora da Conexão Audiovisual Centro-Oeste, Norte e Nordeste (CONNE), Vânia Lima, e o presidente do Fórum Audiovisual Minas Gerais, Espírito Santo e Sul do Brasil (FAMES), Rodrigo Martins.
O segundo dia do NordesteLab será marcado por debates sobre cooperação internacional e coproduções com a Argentina. À tarde, serão discutidos temas como a diversidade no audiovisual, a operação de fundos para o audiovisual com instituições financeiras e uma mesa que reunirá os núcleos criativos de diferentes estados para falar de desenvolvimento de obras.
No dia 30, a regulamentação do chamado ‘VOD’ – o vídeo por demanda, novas práticas para potencialização de produtos audiovisuais, arranjos regionais e políticas públicas, Fundo Setorial do Audiovisual em relação com as TVs e eventos de mercados das três regiões serão tema de debate com representantes do setor público, de canais de televisão, de empresas de audiovisual, de festivais e eventos de negócios.
O último dia de evento, 1º de julho, será dedicado às discussões sobre fontes de financiamento, propriedade intelectual, narrativas em games e audiovisual contemporâneo. A programação se encerra com o pitching de séries documentais, em uma disputada sessão.
Neste ano voltado ao gênero documentário, o pitching reunirá cinco projetos de séries inéditas (dois da Bahia, um de Alagoas, um do Ceará e um de Pernambuco), selecionados entre 30 propostas, viabilizando a oportunidade de exposição de novas ideias para uma banca de “players” e uma plateia qualificada. Os proponentes desses trabalhos em processo de criação serão previamente preparados para a ocasião por consultores especializados.
Consultorias gratuitas
Entre as principais novidades do evento estão ainda as Clínicas Jurídica e de Prestação de Contas, que prestarão consultoria às produtoras interessadas. Com vagas limitadas, as clínicas serão realizadas paralelamente às rodadas de negócios. Para a Clínica Jurídica, cada participante terá consultoria individual, de até 20 minutos por produtora, para tratar de temas como direitos autorais, clearance, coprodução nacional, coprodução internacional, normas da Ancine e do FSA; e contratos e questões empresariais.
Já a Clínica de Prestação de Contas funcionará com atendimento feito em grupos de até oito produtoras, em turnos de duas horas. As produtoras participantes desta clínica poderão conhecer ferramentas e mecanismos necessários à gestão dos recursos públicos disponibilizados para a realização de projetos audiovisuais.
Serviço
NordesteLab 2018 – 4ª edição
Quando: 28 de junho a 1º de julho (quinta a domingo)
Abertura: Teatro do IRDEB
(Rua Pedro Gama, 413/E, Alto do Sobradinho – Federação)
Demais atividades: Goethe-Institut Salvador-Bahia
(Av. Sete de Setembro, 1809 – Corredor da Vitória)
Rodadas de Negócios e atividades relacionadas:
Para produtoras previamente inscritas (inscrições encerradas)
Masterclasses:
Para participantes previamente inscritos em www.nordestelab.com.br (R$ 200 por pessoa)
Gratuito
Credenciamento prévio encerrado; credenciamento no local disponível enquanto houver vagas
Assessoria de Comunicação Ministério da Cultura

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br