7 de abril de 2016 - 07:46

Celulares superam computadores no acesso à internet

Pela primeira vez, o acesso à internet  por meio do telefone celular ultrapassou os computadores no País. De 2013 para 2014, entre os domicílios que acessaram a internet (inclusive os que utilizaram mais de uma forma de acesso), o percentual do uso do computador recuou de 88,4% para 76,6%, enquanto a proporção dos que acessavam a internet por celular saltou de 53,6% para 80,4%.

Os dados são do suplemento de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2014, realizado em convênio com o Ministério das Comunicações.

Em 2004, o acesso à internet por computador estava em 6,3 milhões dos domicílios brasileiros e passou para 28,2 milhões, em 2014. Esses números equivaliam a 12,2% das casas, em 2004, e a 42,1%, em 2014.

A partir de 2013, a PNAD TIC passou a investigar também o acesso à internet por equipamentos diferentes do computador, como telefone móvel celular, tablet, televisão e outros. Considerando-se todas essas formas de acesso, 48,0% dos domicílios tinham acesso à internet em 2013 e 54,9% em 2014 (ou 36,8 milhões).

No ano passado, cerca de 16,5% (11,1 milhões) dos domicílios do País tinham tablet, aumento de 5,7% em relação a 2013, quando a presença desse equipamento foi apurada pela primeira vez. Aliás, em relação a 2013, os acessos domiciliares à internet por tablet cresceram 50,4%.

Tipo de conexão

Dos 36,8 milhões de casas com acesso à internet, 0,8% possuíam só a conexão discada e 99,2%, conexão em banda larga em 2014. A conexão em banda larga fixa cresceu 9,9% em relação a 2013. Já a presença da banda larga móvel (celular) pulou de 43,5% para 62,8% dos domicílios com Internet.

Perfil do usuário

De 2013 para 2014, a proporção de pessoas com dez anos ou mais de idade que acessaram a Internet por equipamentos eletrônicos diferentes do microcomputador saltou de 4,2% para 10,5%.

O percentual da população com dez anos ou mais de idade que tinha telefone celular para uso pessoal chegou a 77,9% em 2014 (136,6 milhões de pessoas). Em relação a 2005, esse contingente cresceu 142,8%.

Em 2014, pela primeira vez, mais da metade (52,5%) da população rural com dez anos ou mais de idade tinha celular. Nas áreas urbanas, esse percentual chegou a 82,3%.

Confira a publlicação completa dessa pesquisa clicando aqui.

PNAD TIC 2014

A PNAD TIC 2014 tem informações referentes a 2005, 2008, 2011, 2013 e 2014, até o nível geográfico das unidades da federação. Nos domicílios, foram analisados o acesso às TVs digital aberta, por assinatura e por antena parabólica; a existência e quantidade de aparelhos de TV de tubo e de tela fina; a existência de tablet; o acesso à Internet e os tipos de aparelhos eletrônicos utilizados (microcomputador, telefone celular, tablet, TV e outros) e, ainda, se esse acesso foi discado, em banda larga fixa ou em banda larga móvel

Também foi apurada a utilização da Internet e a posse de telefone móvel celular para uso pessoal da população de dez anos ou mais de idade, segundo a idade, o sexo, a escolaridade, as formas de inserção no mercado de trabalho e o rendimento mensal domiciliar per capita.

IBGE

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br