9 de março de 2016 - 08:08

Europa tem aspirações separatistas em vários países

A Europa é formada por Estados nacionais. Mas inclui nações que não possuem seu próprio Estado, onde forças políticas buscam a independência. A Escócia rejeitou a independência em setembro de 2014, com o voto de 55% da população.

Na Espanha, é na região mais rica do país, a Catalunha, que o movimento pela independência é mais forte. Na Itália, a Liga Norte foi fundada em 1991. O partido luta pela independência da Padânia, que inclui as regiões prósperas e industriais de Lombardia e Vêneto. A Córsega é a única região da França que conta com um status especial, que lhe confere uma certa autonomia. Mas os nacionalistas, que venceram as eleições regionais em dezembro de 2015, querem a independência total.

Na Bélgica, os separatistas flamengos consideram que sua rica região de Flandres subsidia a Valônia francófona. Eles querem a substituição do Estado federal belga por uma confederação, um primeiro passo para a independência. A descoberta de reservas de petróleo e gás natural inflamou o nacionalismo nas Ilhas Faroe. Este território, formado por 18 ilhas, é uma região autônoma da Dinamarca. Até agora, nenhum território da União Europeia foi reconhecido como Estado independente.

 

 

UOL

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br