29 de dezembro de 2015 - 07:27

Escolas da Rede Estadual de Ensino são reconhecidas pelo MEC como inovadoras e criativas

Duas escolas da Rede Estadual de Ensino da Paraíba foram reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) como inovadoras e criativas na Educação Básica. São elas: Professor Lordão (Picuí) e Bento Tenório de Sousa (Escola do Campo – no sítio Santa Catarina, em Monteiro). Elas estão entre as 178 instituições públicas e privadas do Brasil com o mesmo título, divulgado pelo portal do MEC. A seleção foi realizada depois de criteriosa avaliação.

As organizações selecionadas traçam o perfil da inovação na educação do país. Elas estão presentes nas cinco regiões brasileiras e sua distribuição corresponde à da população: mais da metade (50,8%) estão na Região Sudeste, seguida da Região Nordeste (21,9%), Sul (13,7%), Centro-Oeste (8,7%) e Norte (7,6%).

Tanto as cidades quanto as zonas rurais mostraram-se propícias à inovação, havendo organizações que criam cotidianamente novos caminhos para garantir a qualidade da educação nas cinco regiões do país. Não ficaram de fora as escolas indígenas, que também demonstraram ampla capacidade de criar o novo. Ressalta-se que, no Ensino Médio, há inovação tanto na modalidade regular quanto no Ensino Técnico.

Professor Lordão – A escola de Picuí, rotineiramente, aparece em destaque na mídia, pelos projetos e conquistas. Neste ano, a unidade teve uma medalhista na Olimpíada Brasileira de Astronomia, uma jovem parlamentar em projeto da Câmara dos Deputados, em Brasília; e outra premiada na 13ª Feira de Tecnologia (Fetech), no Centro de Integração Acadêmica da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). O gestor da escola, Robson Rubenilson, também recebeu, em Brasília, durante cerimônia realizada pelo Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), o Prêmio Gestão Escolar 2015.

Bento Tenório de Sousa – Já a escola de Monteiro, reconhecida pelo MEC como inovadora e criativa na Educação Básica, foi a primeira de Ensino Médio no campo da Paraíba. A unidade de ensino firmou parceria com o Programa Ciências sem Fronteiras e com a Escola de Cuba para este ano de 2015. Os alunos participam de vários projetos, como o “Resgatando as Origens”, que consiste na valorização da história da escola, retratando as expressões culturais do local, como dança, cultura cigana e o famoso pífano de Zabé da Loca. A aula de campo também é um diferencial no projeto pedagógico da unidade.

 

Secom

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br