28 de julho de 2015 - 07:46

Prefeitura de Itaporanga e Ministério Público estudam projeto de combate às drogas

O Prefeito de Itaporanga, Audiberg Alves, juntamente como os secretários do município, Josilene Gonçalves de Brito – Secretária de Educação, Wellton Tomás – Secretário de Esporte Cultura e Turismo, Joserlândio Tolentino – Ouvidoria, Jucivan de Araújo – Planejamento e Gestão, Dianês Leite – Assistência Social, além do conselho tutelar do município e equipe do Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, participaram na última semana de reunião com o representante do Procurador do Ministério Público, Reinaldo Cerpa, para tratar do projeto de combate às drogas no município.
 
Muitos estudos demonstram o crescimento alarmante do uso de drogas entre os adolescentes e jovens, de modo que este se desvela enquanto um importante problema social. Pela complexidade do fenômeno, seu enfrentamento requer programas de prevenção e combate articulados com vários seguimentos da sociedade. Trata-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa e quantitativa, com o objetivo de diagnosticar o envolvimento de adolescentes e jovens com drogas na cidade de Ibitiara, visando subsídios para a criação de programas locais de prevenção e redução de danos deste problema social. 
 
Devido a isso, o Ministério Público do Estado da Paraíba lançou como tema transversal para seus projetos estratégicos deste ano o “Combate às drogas”.  Nessa perspectiva os Centros de Apoio Operacionais Civil, família e saúde desenvolveram o projeto “Atenção ao usuário de drogas e à família”, que tem como objetivo de capacitar os membros da rede de tratamento, instalar e fiscalizar a estrutura pública no Estado, estimulando, em especial, os agentes públicos a implantarem um espaço educativo destinado aos cumpridores da medida prevista no art. 28, inciso III, da Lei nº 11.343/2006.
 
Muito além da mera fiscalização das estruturas públicas, “Atenção ao usuário de drogas e à família” vidando estimular o poder público na consolidação do princípio constitucional da dignidade da pessoa humana e regatar o bem jurídico da saúde pública. 
 
O crescimento do uso de drogas, independente da classe social, é uma realidade presente em todas as cidades brasileiras, que afeta não só a família, mas todos que fazem parte do convívio social do usuário de drogas.
ASCOM

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br