7 de março de 2015 - 10:25

Tropas iraquianas entram em cidade estratégica em poder do Estado Islâmico

Forças do governo do Iraque e milicianos apoiados pelo Irã entraram em uma cidade iraquiana nos arredores do sul de Tikrit, berço de Saddam Hussein, nesta sexta-feira (6), intensificando a maior ofensiva até o momento contra os militantes do Estado Islâmico.

Comandantes militares disseram que o Exército e as milícias majoritariamente xiitas recuperaram a cidade de Al-Dour, nas cercanias de Tikrit, conhecida fora do Iraque como a área onde o ex-ditador Saddam foi encontrado escondido perto de uma casa de fazenda em 2003.

Não ficou claro de imediato se a cidade toda foi tomada. Algumas autoridades declararam que as tropas só ocupavam o leste e o sul da localidade, que os combatentes do Estado Islâmico em retirada deixaram repleta de bombas.

Mas Hadi al-Amiri, líder da maior milícia xiita envolvida na operação, disse que Al-Dour foi “totalmente liberada” e que o avanço sobre Al-Alam, outra cidade crucial ao norte de Tikrit, irá acontecer no sábado.

Faz cinco dias que o Exército, juntamente com milhares de milicianos xiitas apoiados e aconselhados pelo Irã, está empenhado na ofensiva sobre a cidade-natal de Saddam, Tikrit, de longe o principal alvo da campanha, cuja meta é reverter as conquistas obtidas pelos militantes do Estado Islâmico no ano passado.

O ataque ao coração sunita do Iraque tem importância simbólica para os dois lados. Autoridades afirmaram nesta sexta-feira terem capturado uma fazenda ao leste de Tikrit que pertenceu ao vice de Saddam, Ezzat Ibrahim al-Douri, hoje um aliado proeminente dos combatentes jihadistas.

Douri, rei de paus no baralho que o Exército dos Estados Unidos usava para mostrar as principais figuras do governo de Saddam na esteira da invasão norte-americana de 2003, é o único membro do círculo íntimo do falecido presidente ainda solto. Gravações de 2014 nas quais ele supostamente jura aliança ao Estado Islâmico foram um dos fatores que ajudaram os militantes a se mostrar como libertadores do território sunita.

Tikrit é a primeira grande cidade que as forças iraquianas tentam retomar do grupo radical no norte do país, e o governo torce para que a campanha consiga reverter o ímpeto dos combatentes, que ocuparam aquela região no ano passado.

O Irã teve um papel de destaque na campanha –Qassem Soleimani, comandante da força de elite Quds da Guarda Revolucionária, foi visto no campo de batalha nesta semana ajudando a supervisionar a ofensiva. Já os EUA afirmaram não terem participado da ação, apesar dos ataques aéreos que vem realizando contra os combatentes do Estado Islâmico tanto no Iraque quanto na Síria.

 

UOL

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br