9 de fevereiro de 2015 - 07:21

Álvaro/Vítor Felipe leva 1º título de etapa em casa

Jogar sem a presença de um treinador no banco é complicado. Nos momentos difíceis, cabe aos próprios atletas a missão de tentar retomar o controle. Juntos desde o sub-17 com uma pausa em 2011 e a retomada da parceria no ano passado, Álvaro Filho e Vítor Felipe têm de se superar dessa maneira. Seu comandante, Ernesto Vogado, não pode atuar em competições como o Open (primeira divisão), já que não possui o nível 2 no curso de técnicos da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). Por isso, neste domingo, eles deram mostras de sua força ao derrotar Hevaldo e Bruno na decisão da sétima etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia. Os dois também não têm um comandante, mas pelo fato de treinarem em locais separados. Assim, os pessoenses quebraram uma escrita de 15 anos sem título de um atleta local na etapa, quando Zé Marco e Ricardo (baiano radicado na PB) venceram em 2000. O placar foi de 2 a 0 (21/17 e 21/18), e o jogo durou 47m23.

O melhor jogador da decisão foi Álvaro Filho, que fez questão de dividir os louros com o parceiro. Muito sereno, ele falou que a ausência do técnico em quadra serve como uma preparação para o Circuito Mundial, seu grande objetivo no momento. Nesse torneio, eles não são liberados para ter o comandante dentro de quadra.

– Pelo nível, ele tem merecimento de ficar em qualquer lugar (risos). Para mim, é o técnico perfeito. Na verdade, a gente acha bom isso (a ausência dele), porque no Circuito Mundial não podemos ter técnico no banco, e acaba que isso é um treino para nós. Sempre que entramos, vamos para ganhar. Se eu fui o melhor jogador da final, o Vítor foi o melhor do torneio. Vamos festejar agora. Realmente é um sonho ganhar na Paraíba com um paraibano ao lado com quem eu cresci. Estou realizado, não tem comparação de jogar em nenhum lugar do mundo – disse Alvinho, muito feliz com a concretização de seu sonho.

O técnico Ernesto avaliou a maneira dos pupilos como muito positiva e disse que, em breve, terá a liberação da CBV. Ele comentou ainda que os dois estão trilhando um caminho de glórias no cenário do voleibol de praia. Já Vítor Felipe contou que pensava em jogar na Paraíba desde a sexta etapa, em Fortaleza.

– Só vínhamos pensando nisso. O Alvinho é um parceiro de verdade e merecedor do que está acontecendo. A Paraíba merece demais isso. O vôlei de praia daqui merece aplausos. Ontem fui dormir 4h30 da manhã pela adrenalina, mas vim muito focado – falou o atleta.

Assim, eles conquistaram o primeiro título de etapa de um Open (primeira divisão) da dupla. E o sabor, certamente, foi mais especial por ser onde nasceram e foram criados, a cidade de João Pessoa. Desde o início, a torcida presente nas arquibancadas da Praia de Cabo Branco pressionou os rivais com vaias e empurrou os pessoenses com palavras de incentivo ao título. Em terceiro lugar ficaram os campeões olímpicos de Atenas 2004, Ricardo (BA) e Emanuel (PR). que bateram Pedro Solberg e Evandro (RJ) por 2 sets a 1, parciais de 21/15, 18/21 e 15/10.

O JOGO

O primeiro set teve um início equilibrado. As duplas se revezavam na dianteira. Hevaldo (CE)e Bruno (AM) erravam pouco, mas tinham que superar as vaias. Aos poucos, Alvinho e Vítor abriram boa vantagem com uma sequência forte: 12 a 9. Os rivais reclamaram da arbitragem em um lance em que Vítor Felipe bloqueou, e a bola foi para fora, mas o juiz deu ponto para os paraibanos. Eles foram no embalo dos pessoenses e fecharam em 21 a 17.

Alvinho e Vítor Felipe foram dominantes contra Bruno e Hevaldo (Foto: Paulo Frank/CBV)
Alvinho e Vítor Felipe foram dominantes contra Bruno e Hevaldo (Foto: Paulo Frank/CBV)

No segundo, começaram com a mesma pegada. Eles impuseram seu ritmo desde o início e, mesmo com poucas falhas de Hevaldo e Bruno, conseguiam ter vantagem em fundamentos como no bloqueio. Vítor Felipe estava inspirado nesse quesito e conseguiu alguns pontos dessa maneira. A torcida não deixava a animação cair, ávida por um título da dupla local. Álvaro teve o match point, mas desperdiço forçando um ace. Mas, no lance seguinte, deu uma bonita cortada direto no chão e fechou o set em 21 a 18, o jogo em 47m23, garantindo o primeiro título de etapa da dupla, justamente em casa.

VEJA OS RESULTADOS DE ÁLVARO/VÍTOR NA ETAPA:

Eliminatórias (primeira fase)
Álvaro Filho/Vítor Felipe 2 x 0 Ferramenta/Fábio Guerra – 21/13 e 21/18
Álvaro Filho/Vítor Felipe 2 x 1 Jô/Léo Vieira – 22/24, 31/29 e 15/6

Quartas de final
Álvaro Filho/Vítor Felipe 2 x 1 Luciano/Bruno Schmidt – 15/21, 22/20 e 15/11

Semifinal
Álvaro Filho/Vítor Felipe 2 x 1 Evandro/Pedro – 18/21, 21/19 e 16/14

Final
Álvaro Filho/Vítor Felipe 2 x 0 Hevaldo/Bruno – 21/17 e 21/18

 

 

Sportv

 

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br