22 de julho de 2014 - 02:25

Em entrevista a 98 FM, Cássio promete retomar programas sociais do seu governo

O candidato a governador da Paraíba pela coligação ‘A Vontade do Povo’, Cássio Cunha Lima (PSDB), foi o primeiro a participar da rodada de entrevistas promovida pelo programa Correio Debate, da 98 FM, com os seis postulantes ao Governo do Estado. No período de uma hora, o tucano respondeu a doze perguntas feitas pelos apresentadores do programa, Heron Cid e Wellington Farias, e teve a oportunidade de expor suas propostas de governo.

Entre as metas de Cássio Cunha Lima, caso seja eleito nas eleições de 5 de outubro, está a retomada de um de seus programas, enquanto era governador voltado, para o saneamento básico, a duplicação das estradas que ligam Campina Grande a Cajazeiras e a equiparação dos salários dos servidores ativos e aposentados.

“Nós vamos retomar o programa Boa nova. É uma lástima que o atual governo tenha parado os investimentos que estávamos fazendo na rede de esgoto. Também teremos investimentos em obras para abastecimento de água, a construção de novas adutoras. […] Assumimos também o compromisso de finalizar as obras iniciadas e não concluídas no atual governo”, garantiu.

Para atender as demandar da educação na Paraíba, ele prometeu valorizar e investir os professores do estado, “dar novamente autonomia a Universidade Estadual da Paraíba”, criar instrumentos que fomentes as pesquisas nas universidades e “reabrir as vagas fechadas nas escolas estaduais”.

“Vamos retomar o diálogo com os professores, eles precisam ser respeitos. Daremos novamente autonomia a UEPB. Continuaremos investindo nos professores e reabriremos as vagas nas escolas estaduais que foram fechadas. Também retomar a parceira com o instituto Ayrton Sena que foi finalizada no atual Governo”, disse.

Para a área de Segurança Pública o principal projeto do tucano é realizar anualmente concursos públicos para a contratação de policiais militares e civis.

“A piora da realidade na segurança pública no estado não é uma afirmação da oposição é uma constatação da população. Nossa Policia Militar e Civil está menor. Não se resolve problema de segurança com propaganda, precisa de qualificação. Policial não se compra, policial se forma. Nosso compromisso é que faremos concurso para mil a duas mil vagas. Iremos formar esses policiais. Queremos um contingente de 14 mil policiais”, prometeu.

Nesta terça-feira o Sistema Correio de Comunicação dá continuidade à rodada de entrevistas com os candidatos a governador. O próximo entrevistado é o candidato do PSOL, Tárcio Teixeira.

 

 

PortalCorreio

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br