11 de julho de 2014 - 01:15

Situações de Emergência são reconhecidas em Municípios afetados por desastres naturais

Por meio da Portaria 179/2014 publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, 11 de julho, o Ministério da Integração Nacional (MI) reconheceu sumariamente, a Situação de Emergência em vários Municípios afetados por desastres relacionados a seca e a chuva. O Brasil tem como caraterísticas, duas situações distintas causados por desastres naturais: a seca e a chuva.
Enquanto a seca assola o nordeste e o sudeste, as chuvas castigam a região sul do país. Dependendo das caraterísticas da região e somando com a ocupação desordenada de áreas com riscos de deslizamentos e inundações, o excesso de chuvas pode causar danos como desmoronamentos de edificações e soterramento de terras, que geralmente causam prejuízos econômicos materiais, ambientais e a perdas de vidas.
A seca tem como caraterística, o desabastecimento de água potável, além de provocar prejuízos na lavoura e pecuária. Somente ano passado, os prejuízos causados pela seca foram de R$ 18,5 bilhões. Ela foi considerada a pior dos últimos 50 anos já que no nordeste teve mais de 1.400 Municípios afetados. Nesta região, a seca já se prolonga pelo quarto ano consecutivo, gerando problemas sociais e dificultando o desenvolvimento da agricultura e a criação de animais.
Minas Gerais
Exemplo disso, é o Estado de Minas Gerais que vem enfrentado o desabastecimento de água e obtendo prejuízos significativos na produção agrícola como a colheita do café arábica que está quase na metade. Segundo a Defesa Civil Estadual de Minas Gerais (Cedec/MG), por causa da seca desde o começo do ano, a produtividade está menor e a qualidade também foi prejudicada. A queda na qualidade prejudica o agricultor na hora da venda.
A Cedec/MG relatou que já são 129 Municípios em Situação de Emergência por causa da seca. Em algumas cidades o abastecimento da população corre risco, bem como a agricultura local. O Norte do estado é a região mais atingida, dos Municípios que decretaram Situação de Anormalidade, 84 são do Norte de Minas.
Rio Grande do Sul
De acordo com o boletim divulgado nesta sexta-feira, 11 de julho, pela Defesa Civil Estadual, o número Municípios afetados não para de subir, hoje já chegam a 163. Já o número de pessoas diretamente afetadas abaixou de 18.176 para 14.487, uma vez que muitos já retornaram para suas casas, 13.350 pessoas permanecem desalojadas e 1.137 estão desabrigadas.
O Executivo estadual já entregou ao MI a primeira parte da documentação necessária. Além disto, o Governo do Estado solicitou a transferência de R$ 19 milhões em recursos para apoio aos Municípios atingidos pelas enchentes das últimas semanas.
Veja aqui a Portaria 179/2014.
Agência CNM

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br