6 de junho de 2014 - 08:33

Rebeldes abatem avião militar da Ucrânia na véspera da posse do novo presidente

Separatistas pró-Rússia abateram um avião militar da Ucrânia durante combates na cidade de Slaviansk, no leste ucraniano, nesta sexta-feira (6), um dia antes da posse do empresário bilionário e pró-Europa Petro Poroshenko como presidente da Ucrânia.

Slaviansk é o epicentro de uma insurgência de dois meses no leste do país, cuja maioria fala russo, liderada por rebeldes contrários à deposição do ex-presidente Viktor Yanukovich, próximo de Moscou, e à formação de um governo pró-Ocidente em Kiev.

Os separatistas, operando no terreno de uma igreja de Slaviansk, também mataram um membro das forças especiais do Ministério do Interior ucraniano e feriram seriamente dois outros em um ataque com morteiros nesta sexta-feira, informou o ministério.

O autoproclamado prefeito da cidade, Vyacheslav Ponomaryov, disse que uma aeronave Antonov An-30 da inteligência foi derrubada a tiros.

“O avião foi atingido no centro da cidade. Aconteceu diante dos meus olhos. Foi uma visão maravilhosa. Os moradores que viram aplaudiram”, afirmou Ponomaryov à Reuters por telefone.

Um porta-voz da “Operação Antiterrorista” da Ucrânia confirmou a informação mais tarde, mas disse ser um avião modelo An-26 levando ajuda humanitária.

O Exército ucraniano e o Ministério da Defesa não estavam disponíveis para comentários sobre os relatos. Um suposto vídeo do An-30 publicado no YouTube e em vários sites de notícias locais mostrou um avião mergulhando claramente de forma instável.

 

Arte/UOL

As cidades afetadas pelo movimento separatista na Ucrânia

 

Uma fotógrafa em Slaviansk disse ter visto a aeronave, visivelmente em chamas, descendo lentamente, mas não a viu atingir o solo. Moradores disseram que os sons de bombas reverberaram por toda a cidade nesta sexta-feira.

Um separatista em Slaviansk afirmou à Reuters que houve tiroteios no centro da cidade e baixas, embora não soubesse dizer quantas.

Poroshenko está na França para as cerimônias do 70º aniversário do Dia D e se encontrou com líderes mundiais, incluindo o presidente da Rússia, Vladimir Putin, que nega as acusações de Kiev e do Ocidente de que Moscou está apoiando ativamente os separatistas.

 

 

UOL

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br