6 de junho de 2014 - 08:23

Governo espera aumento de turistas em até 10% após Copa

O ministro do Turismo, Vinicius Lages, participou do programa Bom Dia, Ministro, nesta sexta-feira (6), em que falou sobre os gastos que os turistas devem deixar na economia da pasta, um total de R$ 6,7 bilhões ao longo dos jogos, segundo expectativa do ministério.

Lages falou ainda sobre a expectativa de aumento de turistas no País após o fim do Mundial. O Brasil recebe seis milhões de turistas por ano atualmente. Segundo ele, é nesse ponto que os países que sediam um megaevento como a Copa ganham. “Após a Copa de 2010, a África do Sul teve um aumento de 6% de turistas nos anos seguintes. Com os Jogos Olímpicos de Londres, o turismo aumentou 10% na região. No Brasil, é possível que tenhamos um aumento de turistas entre 5% e 10% após a Copa do Mundo, o que significa de 300 mil a 500 mil turistas a mais nos anos posteriores”, ressaltou o ministro.

“O brasileiro precisa conhecer mais o Brasil e queremos alavancar o turismo interno. E com relação aos turistas estrangeiros, queremos promover e sustentar nossa imagem, e a Copa do Mundo é uma grande chance para isso, já que 3.6 bilhões de telespectadores estarão assistindo aos jogos no mundo inteiro, simultaneamente. É um momento de grande exposição do nosso País”, acrescentou Lages.

Questionado sobre as ações que o Ministério do Turismo tem desenvolvido para atender bem aos turistas durante os jogos, Lages informou que o Ministério e as Secretárias de Turismo têm trabalhado juntos para garantir a boa receptividade dos visitantes. “Estamos disponibilizando mapas em diversos pontos das cidades, com sinalização de rodoviárias, restaurantes e estádios, e desenvolvendo aplicativos, em até três línguas, em que o turista pode acessar informações sobre os pontos turísticos da cidade e outros serviços”, apontou.

Durante os dias da Copa do Mundo, estima-se que 3,7 milhões de pessoas, entre brasileiros e estrangeiros, estarão em trânsito pelo Brasil.

“Os turistas que vêm para os jogos são visitantes que gastam mais. É um público qualificado e queremos conquistá-los durante esse período da Copa do Mundo”, afirmou o ministro do Turismo.  Para Vinicius Lage, um dos bons resultados em sediar um grande evento foi verificado na Copa das Confederações, de 2013, quando mais de 70% dos turistas estrangeiros entrevistados pretendiam voltar ao País neste ano.

Exploração sexual infantil

Neste ano de Copa do Mundo, o governo intensificou as ações para incentivar a população a denunciar casos de exploração sexual infantil durante o megaevento. Foram distribuídos 150 mil peças de material publicitário para a campanha “Proteja – não desvie o olhar”, que estimula a população a denunciar casos de exploração sexual de crianças e adolescentes por telefone, para o Disque 100.

Cartazes, folhetos e adesivos foram distribuídos em bares, hotéis, Centros de Atendimento ao Turista, rodoviárias e aeroportos de todo o Brasil. “Alertamos que casos de violência sexual contra crianças/adolescentes devem ser denunciados. Queremos tirar essa imagem que o Brasil possa passar sobre a exploração sexual”, destacou Lages.

“O Brasil e os brasileiros têm muito a ganhar com essa projeção do País para o mundo. Espero que todos saibamos celebrar juntos e receber bem todos os turistas, pois a receptividade brasileira é uma característica forte do nosso povo”, finalizou o ministro.

 
Portal Brasil, com informações da Empresa Brasil de Comunicação

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br