5 de abril de 2014 - 09:35

Prefeito é impedido de se defender das acusações de vereador depois de apresentar suas ações

(Prefeito Audiberg Alves de Carvalho / Foto: Assessoria)

(Prefeito Audiberg Alves de Carvalho / Foto: Assessoria)

O Prefeito Audiberg Alves de Carvalho esteve na Câmara Municipal, na sessão do dia 03 de abril de 2014, para rebater as acusações do Vereador Ivanilto da Costa Vieira (Ivanilto Palmeira) que o chamou de “ladrão” e “saqueador” dos cofres públicos.

Mas, antes de dar início a sua defesa, ouviu atentamente a leitura da Ata da última reunião da Casa Legislativa, onde o Vereador Ivanilto Palmeira, antes de fazer a denúncia fez a seguinte indagação: “…Votei no Prefeito e não vi problema em pedir que ele comprasse a meu irmão…”.

Mas, antes de trazer a todos a resposta dessa proposta feita pelo Vereador, foi impedido de dizer que é Gestor de uma Administração que segue os ditames legais, que NÃO DIRECIONA LICITAÇÃO, que estava de posse de um procedimento licitatório na modalidade Carta Convite, devidamente elaborada e instruída, que foi a Câmara Municipal, para dar esclarecimentos e porque zela pelo bem estar da população e que tem por objetivo uma Gestão Transparente.

É claro que ele seria calado, aliás, não poderia ser taxado de ladrão, depois de apresentar imagens de escolas limpas, climatizadas, com portões, portas que por sinal foram obtidas nesta gestão, pois, as fotos demonstraram que muitas escolas, a exemplo da Escola Josino Ricarte, nem sequer possuíam portas.

(Prefeito esteve na Câmara Municipal para rebater do Vereador Ivanilto Palmeira / Foto: Assessoria)

(Prefeito esteve na Câmara Municipal para rebater do Vereador Ivanilto Palmeira / Foto: Assessoria)

O prefeito Audiberg Alves, ao contrário do que tentam relatar com invencionices, mostrou que trabalha com eficiência, efetividade e transparência, o que causa temor em gente que está acostumado com atitudes corruptas e autoritárias.

E assim, vendo-se tolhido no seu sagrado direito de defesa, agradeceu ao Presidente e se retirou do recinto, sem ter a oportunidade de mostrar que os cadernos, objeto das acusações, contra ele, assacadas, foram adquiridos, mediante um Procedimento Licitatório, onde três Empresas concorreram e uma venceu, oferecendo o “menor preço”.

Ora, se houve a licitação, obedecendo a todos os trâmites legais, como pode, o Vereador, dizer que houve superfaturamento e que o Prefeito roubou e saqueou os cofres públicos?

Justamente, na hora em que o Prefeito ía derrubar todas as acusações do Vereador, com documentos e comprovantes de habilitação das Empresas concorrentes, o Presidente da Câmara não o permitiu.

A atitude do Presidente, Vereador Jacklino Porcino, determinando tempo para a defesa do Prefeito, deixa margem para se concluir que houve, previamente, um plano arquitetado de não deixar o Prefeito exibir a documentação integrante do Procedimento Licitatório e deixa margem, também, para o Blogueiro Ricardo Pereira macular, mais uma dentre várias vezes, a honra e a dignidade do Cidadão Audiberg Alves, cuja formação é, de todos, por demais e sobejamente, conhecida.

No que diz respeito à atitude do Presidente da Câmara, o Prefeito Berguim disse que, oportunamente, daria as explicações devidas à Sociedade Itaporanguense e no tocante ao comportamento do Blogueiro, Ricardo Pereira, iria, como já o fez, tomar as medidas judiciais cabíveis, entrando com uma representação criminal e a ação de danos morais competente, dizendo ainda que “Lamento que o Sr. Riacardo Pereira, sinta-se incomodado por não tê-lo como um homem de confiança, apto a ser contratado por mim, mas, como confiar em alguém que vive de corromper a imagem de homens de bem?”.

 

 ASCOM

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br