6 de março de 2014 - 09:08

Brasil vence África do Sul e mostra que está no caminho certo para a Copa do Mundo

brasil

O Brasil derrotou a África do Sul por 5 a 0 nesta quarta-feira, no Soccer City, em Joanesburgo, no último amistoso antes da convocação do dia 7 de maio para a Copa do Mundo. Oscar, Neymar (três) e Fernandinho fizeram os gols da partida que ilustrou como a Seleção Brasileira está no rumo certo para a tentativa de conquista do hexa.

O Brasil jogou o amistoso com seriedade pedida por Felipão, o último antes da chamada final, e a África do Sul mostrou não se intimidar com a maior categoria do adversário – não apelou para a retranca e tentou ser uma equipe ofensiva.

A estratégia dos sul-africanos, que tentavam sair da defesa para o ataque com a bola rolando, não demorou a pagar o seu preço. Aos 10 minutos, Hulk fez lindo lançamento para Oscar, que concluiu com tranquilidade para fazer 1 a 0.

O time da casa até que tocava a bola com precisão, mas pressionados por uma marcação ostensiva, com os brasileiros se antecipando em todos os cantos do campo para interceptar, seus jogadores acabavam desarmados e então se desenhavam os espaços que a Seleção Brasileira buscava para chegar a gol.

Foi dessa maneira, em dois lances quase consecutivos, que Neymar teve o gol à sua feição. Na primeira, driblou o goleiro, mas já sem ângulo permitiu que ele fizesse a defesa no chute final. Na segunda, lançado por Marcelo, tentou encobrir o goleiro mas a bola bateu na cabeça do sul-africano e saiu desviada para córner.

A diferença de qualidade e aplicação no jogo era evidente, a favor da Seleção Brasileira O time de Felipão continuou ditando o ritmo dos lances, prevalecendo nas divididas e na retomada de bola, e em decorrência rondava a área adversária com frequência.

A África do Sul, quando chegava à área brasileira, tinha suas ações bloqueadas pela defesa em que David Luiz mais uma vez se destacou com uma atuação mais do que convincente. Dessa forma, a não ser em três chutes de fora da área, que Julio Cesar defendeu, não conseguiu incomodar a Seleção Brasileira.

O jogo estava completamente controlado e há muito o Brasil merecia aumentar o placar. O que acabou acontecendo aos 40 minutos, em que novamente Neymar recebeu livre, na velocidade, bem do jeito que ele gosta. O camisa 10 não perdoou: o chute saiu colocado e a bola foi parar no fundo da rede.

Brasil volta para segundo tempo todo de azul

No segundo tempo, sequer deu tempo para os sul-africanos pegarem na bola. O Brasil voltou de uniforme trocado, com seu número 2  todo azul, muito bonito. Na saída, Fred recebeu e serviu na medida para Neymar encobrir o goleiro com um toque preciso e marcar um belo gol: Brasil 3 a 0, aos 20 segundos.

Felipão já tinha mexido no time, para fazer observações: Willian entrou no lugar de Oscar; Luiz Gustavo substituiu Paulinho, e Ramires entrou para Hulk sair. Logo após, Daniel Alves entrou no lugar de Marcelo – Felipão queria vê-lo na lateral-esquerda – e Dante e Jô substituíram David Luiz e Fred.

O time do Brasil, mesmo muito modificado, com seis mexidas, continuou dominando e superior. Ainda assim, os sul-africanos conseguiram criar a sua única oportunidade real de marcar até então. Livre, na frente de Julio Cesar, o atacante sul-africano chutou forte, a bola desviou o seu rumo, e o camisa 1 mostrou reflexo perfeito – trocou de mão e fez grande defesa.

Daniel Alves provou a sua vocação ofensiva ao quase marcar o quarto gol, evitado pelo goleiro sul-africano. Que saiu aos 34 minutos, em chute forte e colocado, de fora da área, dado por Fernandinho, que tenta um lugar no grupo da Copa.

Havia tempo para mais um gol, e o seu autor parecia previsível. Ele mesmo, o artilheiro do jogo e do atual grupo da Seleção Brasileira, com 30 – Neymar. Daniel Alves cruzou, Jô desviou com a cabeça para Neymar se antecipar ao goleiro e fazer 5 a 0, aos 45 minutos.

Estavam definidos a partida e o seu placar. Mesmo o adversário não tendo exigido muito, a Seleção Brasileira teve uma atuação convincente, que a deixa no caminho certo na preparação para a disputa do Mundial.

Brasil: Julio Cesar; Rafinha, Thiago Silva, David Luiz (Dante) e Marcelo (Daniel Alves); Fernandinho, Paulinho (Luiz Gustavo) e Oscar (Ramires); Hulk (William), Neymar e Fred (Jô).

 

 

Assessoria CBF

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br