13 de fevereiro de 2014 - 10:47

Secretaria da Saúde promove ações de prevenção às diarreias e alerta municípios

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde, está distribuindo com os municípios paraibanos solução de hipoclorito de sódio para ser utilizado no tratamento da água de uso e consumo humano por parte da população. O objetivo, segundo a gerente executiva de Vigilância em Saúde, Talita Tavares, é prevenir diarreias, tendo em vista que o período prolongado de seca no Nordeste brasileiro pode produzir aumento no número de casos e óbitos por Doença Diarreica Aguda (DDA), principalmente, em áreas rurais.

Mais de 350 mil unidades contendo 50 ml em cada frasco são distribuídas mensalmente e, caso haja necessidade, a distribuição pode ser ampliada. Além disso, a Gerência Executiva de Vigilância em Saúde está fazendo um alerta aos municípios e aos profissionais de saúde quanto às ações de prevenção às diarreias, que devem ser levadas às comunidades pelos agentes comunitários de saúde (ACS), a exemplo das orientações sobre os riscos que correm se consumir, inadequadamente, água não tratada e não seguir as recomendações de higiene, como lavar as mãos frequentemente.

O gerente Operacional de Vigilância Ambiental (GOVA), Geraldo Moreira de Menezes, informou que, através das áreas técnicas, há monitoramento e avaliação das notificações dos casos de diarreia. “Cruzamos estas informações com os demais sistemas para melhor qualidade das informações. Todos os municípios que apresentaram, em 2013, aumento no número de casos foram visitados pela equipe do Estado para melhor conduzir as situações e ampliação na distribuição do hipoclorito”, informou.

Prevenção – Na ocorrência de casos ou surtos, atitudes simples, mas muito eficazes, podem ser adotadas por qualquer pessoa na prevenção e no controle da doença. As principais ações são: lavar as mãos antes, durante e após a preparação dos alimentos; depois de evacuar e urinar, ou após a troca de fraldas; antes da amamentação; ao manusear objetos sujos e depois de tocar em animais.

Em muitas localidades atingidas pela seca e onde vêm se registrando surtos de DDA, não existe rede de abastecimento de água tratada ou há escassez de água. Nessas situações, deve ser realizado o tratamento domiciliar da água a ser consumida, seguindo os seguintes procedimentos:

1. Filtrar a água utilizando filtro doméstico, coador de papel ou pano limpo.

2. Na impossibilidade de filtrar ou coar, colocar a água em um vasilhame limpo e deixar decantar (descer o material em suspensão), até que fique limpa. Após a água decantada ou “assentada”, coletar a parte de cima e colocar em outra vasilha limpa onde será realizado o tratamento da água.

3. Colocar duas gotas de solução de hipoclorito de sódio a 2,5% para cada litro de água. Aguardar 30 minutos antes de beber a água.

4. Ferver a água durante cinco minutos. Marque os cinco minutos após o início da fervura.

 5. Acondicionar adequadamente a água tratada em recipientes limpos e devidamente fechados.

Secom

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br