19 de dezembro de 2013 - 11:13

MPF é informado pelo Hospital Regional de Patos sobre demissão de médicos

O Ministério Público Federal foi informado nesta quarta-feira (18), por meio do Ofício nº  370/2013, assinado pelo diretor técnico do Hospital Regional Janduhy Carneiro, Adilson de Albuquerque Viana Júnior, sobre a demissão de dois médicos e solicitação de abertura de sindicância para apurar conduta de outro médico. O hospital está localizado na cidade de Patos (PB).

Os médicos afastados foram Wostenildo Crispim (CRM 6562) e Francisca Sonally (CRM 7184). Já a  solicitação de abertura de sindicância é para avaliar a conduta profissional do médico Antônio Segundo Netto (CRM 4891).

As medidas levaram em conta ausências constatadas no dia 15 de novembro de 2013, informações veiculadas através da imprensa, mídia social e levantamento de fatos. “Estamos levantando os fatos e informaremos ao referido Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB), como também a esta Procuradoria, quanto ao andamento da sindicância instalada”, afirmou o diretor técnico.

Para o procurador da República João Raphael Lima, a medida adotada pelo hospital “é salutar, mas apenas um pequeno começo. É preciso criar formas de efetivo controle das jornadas dos médicos, tanto pela administração do hospital como por parte da população que usufrui dos serviços. Do jeito que está não pode continuar”.

Na última terça-feira (17), o MPF solicitou ao CRM-PB que fiscalize o exercício profissional dos médicos que trabalham no Hospital Regional de Patos (PB), no sertão do estado. Pede-se que sejam adotadas as medidas cabíveis por parte do conselho, a exemplo de penalidades no âmbito funcional.


Assessoria de Comunicação Procuradoria da República na Paraíba

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br