24 de outubro de 2013 - 01:45

Dilma anuncia investimentos em saneamento para municípios e capitais do País

A presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou nesta quinta-feira (24), no Palácio do Planalto, os investimentos em saneamento e esgotamento sanitário para municípios com até 50 mil habitantes e para as capitais do País. As propostas selecionadas contemplam todos os 26 estados e o Distrito Federal. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) para obras de pavimentação urbana e saneamento básico. Dilma reforçou ainda que os recursos oriundos do petróleo serão direcionados para prioridades dos brasileiros.

“No passado, tínhamos consciência que não contávamos com projetos na área de saneamento. O que acho importante desse processo é o seu valor. Esgoto precisa ter alta qualidade técnica. Saneamento básico e tratamento de água impactam em vários setores, como a saúde e vida das pessoas”, destacou a presidenta.

Para Dilma, é fundamental que as obras tragam melhorias das condições urbanas. “Municípios com menos de 50 mil habitantes precisam ser observados neste País. Nós temos um olhar diferente para esses prefeitos com recursos específicos”, enalteceu.

O investimento será de R$ 10,5 bilhões nos 1.198 municípios por todo o Brasil. Os recursos serão para pavimentação de 7,5 mil quilômetros de vias e recapeamento e implantação de ciclovias, além de 15 mil quilômetros de calçadas, sinalização, guias rebaixadas para acessibilidade e faixas de pedestres. Na área de saneamento, os valores serão para obras de sistemas de drenagem de águas pluviais, rede de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

A importância das obras nas capitais foi destacada pela presidenta.”Temos de reconhecer as metrópoles desse País onde vivem milhões de brasileiros. Nas cidades buscamos um padrão de vida digno e decente para as nossas famílias. Temos de saldar os projetos nas capitais. Aprovamos 310 propostas no total de 10,5 bilhões que trarão vários benefícios ao nosso povo”, destacou.

Por fim, Dilma reiterou a meta de oferecer qualidade de vida a todos os brasileiros. “Temos de garantir qualidade de vida, com serviços públicos e infraestrutura para nossa população e assegurar o melhor que pudermos oferecer usando os recursos do nosso País”, finalizou.

O novo para o Brasil

O ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, destacou as novas práticas para obras de infraestrutura no País. Segundo ele, esse ato “é mais um passo na direção do novo e que o governo tem transformado em realidade. Inovar não é só dar luz ao novo. Governar é mais que abrir estradas. As obras, no passado, eram baseadas no aspecto da visibilidade que conquistavam. O que vemos aqui hoje é o novo em sua forma mais contundente. O novo que aposenta as velhas práticas. As obras que apresentamos agora não são faraônicas, mas estão por todo o País. Sanear obras e pavimentar estradas e calçadas em todo o Brasil fazem parte do novo. É o fazer sem se preocupar com o próprio nome. Com o princípio de beneficiar quem mais precisa nesse País”, pontuou.

Petróleo para saúde e educação

Mais uma vez, a presidenta reforçou a destinação dos recursos do petróleo para saúde e educação. “Descobrimos petróleo de alta qualidade no Pré-sal. O mais importante é que a grande parte da receita será destinada aos brasileiros. Destinação dos 75% para educação e 25% para saúde dos recursos do petróleo, sejam royalties ou excedente em óleo. Nós seremos pagos em petróleo. Sabemos que todas essas prestações de serviços em saúde e educação precisarão de novos investimentos e isso será nosso foco a partir de agora”, apontou.

Confira a lista dos municípios selecionados que receberão investimentos do PAC2 para saneamento e pavimentação

 

 

Portal Brasil com informações do Ministério das Cidades

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br