27 de setembro de 2013 - 04:11

MP firma acordo e garante pagamento de salários e depósitos durante a greve dos bancários

bancos_greve

O Ministério Público da Paraíba e o Procon Estadual firmaram, na tarde dessa quinta-feira (26), um acordo com o Sindicato dos Bancários e com os bancos para garantir serviços como depósitos e saques em caixas eletrônicos durante a greve da categoria. O acordo foi firmado durante audiência realizada pela Promotoria do Consumidor de João Pessoa.

Durante a audiência, foi acordado que os caixas eletrônicos serão abastecidos normalmente para garantir que não existam problemas no saque dos salários, bem como serão disponibilizados envelopes para depósitos, o que não estava ocorrendo desde o início da paralisação. Além disso, funcionários ficarão nas agências para auxiliar as pessoas com dificuldades de utilização dos serviços.

Segundo o promotor de Justiça Glauberto Bezerra, foi formalizada uma reclamação na Promotoria pelo Procon e Sindicato dos Bancários de que os consumidores não estavam conseguindo realizar pagamentos e depósitos, além das dificuldades relacionadas a pessoas idosas que não encontram atendentes para auxiliá-los.

Também está garantido o pagamento dos dos servidores do Estado e Prefeituras. O sindicato dos bancários se comprometeu a prestar o apoio a situações em que se apresentem problemas de mão de obra para que os servidores não sejam prejudicados.

Com relação aos cheques pós-datados e custodiados durante o período da greve, foi concedido pelo promotor de Justiça um prazo de cinco dias úteis para que as instituições bancárias respondam sobre a possibilidade de que não sejam compensados e no caso de haver compensação, os cheques sem provisão de fundos, não repercutam negativamente no cadastro do consumidor.

Referente aos juros e multas decorrentes do impedimento de pagamento por causa da greve, Glauberto Bezerra requisitou que tais encargos não sejam cobrados do consumidor, desde que o pagamento seja realizado nas 48 horas seguintes ao término da greve. Os representantes dos bancos solicitaram um prazo para decidir a questão.

Os Procons Estadual e Municipal ficarão responsáveis pela fiscalização nos bancos para verificar se estão cumprindo o acordo. O diretor do Procon Estadual, Marcos Santos, participou da reunião.

MPPB

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br