13 de setembro de 2013 - 04:14

Clima tenso na Câmara de Itaporanga: CPI da saúde foi aprovada

(Ubiramar Pita (PTB) rebateu acusações feitas à Secretaria de Saúde / Foto: Assessoria)

(Ubiramar Pita (PTB) rebateu acusações feitas à Secretaria de Saúde / Foto: Assessoria)

O vereador, e líder do Governo Municipal, Ubiramar Pita (PTB) rebateu nesta quinta-feira (12), durante a sessão plenária do Parlamento Municipal, as críticas e acusações feitas pelo vereador Ricardo Pinto (PSDB) sobre indícios de superfaturamento na aquisição de peças automotivas pela atual Secretaria Municipal da Saúde.

Durante o seu pronunciamento, na tribuna da Casa, o vereador Ubiramar Pita discordou das acusações feitas contra a secretária de saúde de Itaporanga Aparecida Alves. O vereador atacou um blog local de estar sendo tendencioso em levar notícias ao público local sem seriedade e com sensacionalismo.

O vereador questionou as acusações feitas, enfatizando que as mesmas foram escritas em um papel sem CNPJ, sem provas concretas de superfaturamento. Ubiramar ainda passou para os vereadores presentes documentos enviados pela Secretaria de Saúde com notas fiscais de compras em lojas de autopeças, que segundo o vereador comprovam a legalidade das compras.

O clima ficou tenso entre os vereadores quando o vereador Ubiramar apresentou documentos que comprovam supostas irregularidades da gestão passada na secretaria de saúde de Itaporanga. O vereador pediu que os colegas aprovassem o pedido da criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com base em denúncias dirigidas ao ex-secretário de saúde Galdêncio Mendes, da gestão do ex-prefeito Djaci Brasileiro.

Em clima tenso, vereadores contra e a favor da medida provocaram debates inflamados, causando manifestações da plateia, que estava presente no plenário da casa. O processo de discussão, apesar de ter tornado o debate caloroso, foi conduzido de forma organizada, obedecendo à regra interna que regula o comportamento regimental deste poder, apesar das várias intervenções do presidente Jakclinio Porcino (PMDB), que mediou os debates em alguns momentos de divergências entre os parlamentares.

Com assinaturas dos vereadores da base do prefeito Audiberg Alves (PTB), que somaram quatro votos, mais as assinaturas do presidente da casa, o vereador Jakclinio Porcino, e do vereador Ivaniltom Palmeira (PTN), que a preço de hoje se diz ser oposição, a CPI da saúde foi aberta.

 

 

 

ASCOM

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br