20 de agosto de 2013 - 06:45

Ricardo inaugura nova Academia de Ensino da Polícia Civil

19.08.13-ricardo_cadepol_fotos_jose-marques-11

O governador Ricardo Coutinho inaugurou, na manhã desta segunda-feira (10), a nova sede da Academia de Ensino da Polícia Civil da Paraíba (Acadepol). A obra, situada às margens da Rodovia Abelardo Jurema (PB-008), na Capital, teve um investimento de aproximadamente R$ 7 milhões e é resultado de uma parceria público-privada. A entrega da Acadepol acontece na semana em que a Polícia Civil completa 32 anos no Estado.

Durante a solenidade, que aconteceu no auditório da Academia, foi entregue ao delegado Cláudio Lameirão o certificado dos primeiro cursos de pós-graduação realizados pela Acadepol. “Não é possível mensurar o tamanho da obra dessa Academia, que tem um valor intelectual que proporcionará policiais civis ainda mais capacitados e operações ainda mais eficientes para o Estado”, agradeceu Lameirão, representando todos os concluintes.

Também foram descerradas as placas do ‘Complexo de Tiro Desportivo Zenildo Cordeiro Padilha’, em reconhecimento ao fundador e professor de tiro da instituição, e do ‘Campo de Futebol José Bezerra Borba’, com a presença de viúvas e filhos dos homenageados.

O secretário da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, e o delegado geral de Polícia Civil, Carlos Alberto Ferreira da Silva, assinaram ainda a abertura do edital para a realização de um curso de Operações Táticas na Acadepol e do primeiro Manual de Polícia Judiciária da Paraíba.

Ainda fizeram parte da mesa o vice-governador do Estado, Rômulo Gouveia, o procurador-geral do Estado, Oswaldo Trigueiro, o empresário Roberto Santiago, a pró-reitora de graduação da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Marcionila Fernandes, e o diretor da Acadepol, Bergson Vasconcelos.

Investimentos – Em seu discurso, o governador ressaltou a importância do novo equipamento, espaço que a partir de agora será responsável pela formação dos policiais civis de toda a Paraíba. “Para combater a criminalidade, é preciso formação, Sistema de Inteligência e modernidade, que por sua vez exigem um profissional capacitado. Já se foi a época em que a Segurança Pública apenas agia em pequenas ocorrências. Hoje, o crime que se consolidou no Sudeste chega ao Nordeste e nós já iniciamos o enfrentamento a essa realidade. Não se combate isso com um toque de mágica, mas sim semeando muito, na área de recursos humanos, de equipamentos, de armamentos, viaturas e equipamentos de proteção pessoal”, disse, lembrando que, entre 2011 e 2012, pela primeira vez em 10 anos, as polícias do Estado conseguiram reduzir (8,21%) os crimes contra a vida. De 2008 a 2010 os mesmos índices chegaram a aumentar 20% ao ano, segundo observou.

Ricardo Coutinho também frisou outras ações de investimento e aparelhamento do Sistema de Segurança Pública que já foram ou serão executadas, tais como: renovação de frota, implantação de um Sistema de comunicação e Inteligência, fundamental para o combate ao crime organizado; o estabelecimento de metas a serem cumpridas para redução de homicídios, principalmente; Lei da Compatibilização de áreas, com divisão do policiamento em quadrantes e Áreas Integradas, que têm acompanhamento de um promotor; além da articulação com o Poder Judiciário. “Isso é combate ao crime de uma forma pensada. Temos uma política pública de enfrentamento à violência e eu confio muito nas forças de segurança e nos projetos implementados, que não são do governador ou do Governo, mas sim do Estado”, afirmou.

O governador ainda lembrou que a nova Academia está entre as melhores do Brasil e que a sua construção aconteceu graças a uma parceria público-privada executada entre o Governo do Estado e o empresário Roberto Santiago, com a permuta entre o terreno da antiga Acadepol, no bairro de Mangabeira, e a entrega do novo prédio, juntamente com a construção da nova Central de Polícia de João Pessoa, cujas obras estão em andamento no bairro do Geisel, às margens da BR 230.

Momento histórico – “Por todo o histórico dessa Academia, hoje é um dia festivo para todos nós. Nós resolvemos acreditar e e temos agora uma das melhores academias de polícia do Brasil, a altura da Polícia Civil da Paraíba. Acredito que estamos vivenciando uma nova história da Polícia Civil e dos cidadãos, que com certeza vão notar uma melhora nos serviços prestados pela nossa instituição. Com esta Academia de Polícia e com a futura Central de Polícia, o Governo está fazendo 40 anos em 4”, enfatizou o diretor da Acadepol, Bergson Vasconcelos.

Já o delegado geral, Carlos Alberto, afirmou que o dia se tornou um marco na Polícia Civil da PB. “Será um dia tão significante como o dia em que foi criada a Polícia Civil na Paraíba. Estamos aqui no útero da nossa formação, a Academia, de onde sairão policiais altamente capacitados para servir a população”, ressaltou.

Para o secretário Cláudio Lima, o novo equipamento é muito importante e segue o novo modelo de gestão em Segurança Pública implementado desde 2011. “Façam desta Acadepol um suporte para um novo modelo de segurança e que ele possa contribuir para mostrar que o serviço público é feito para servir, sobretudo ao povo. A caminhada é longa, o desafio é grande. Mas, não falta coragem e força em todos que formam o sistema de Segurança da Paraíba. Estamos hoje investindo em parceria e integração policial, criando mecanismos inteligentes no combate à violência”, disse, pontuando a coragem do governador Ricardo Coutinho em superar as adversidades e concluir a obra.

Infraestrutura – A nova Acadepol está disposta em três hectares de área construída, que abrangem bloco com 14 salas de aula, biblioteca, laboratório, bloco administrativo, auditório para 300 pessoas, refeitório, campo de futebol, gabinetes médico e psicológico e enfermaria. Além disso, ainda existe uma área de lazer e um complexo de tiro desportivo.

Atividades – A Academia de Ensino da Polícia Civil conta com cursos de formação, capacitação continuada de servidores, e cursos de pós-graduação em quatro linhas de pesquisa e desenvolvimento prático de projetos que ajudem gestores públicos no enfrentamento de problemas relacionados à segurança pública.

Desde 2010 já passaram pela academia mais de três mil pessoas, entre policiais e membros da sociedade civil. É disponibilizado 1/3 das vagas dos cursos para profissionais de outras instituições. Segundo Bergson Vasconcelos, a Acadepol passa a funcionar no novo endereço no dia 26 de agosto, e como pontapé das atividades será realizado um curso de isolamento e preservação da cena de crime.  A capacitação será feita em parceria com a Senasp e com o ‘Programa Brasil mais Seguro’.

Secom

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br