10 de junho de 2013 - 07:38

Cássio propõe homenagem para eternizar a memória de Humberto Lucena

(Cássio Cunha Lima (PSDB) / Foto: Assessoria)

Em discurso no plenário nesta quarta-feira, 05 de junho, o senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PS) fez reverência à memória e enalteceu as qualidades de Humberto Lucena como homem público. Cássio disse que o Senado deve uma homenagem a Humberto à altura da trajetória daquele senador paraibano, que começou a vida pública em 1950, com apenas 22 anos, quando elegeu-se deputado estadual. Assumiu em 51 e reelegeu-se em 1954. Na eleição seguinte, em 58, chegou à Câmara Federal, onde cumpriu quatro mandatos consecutivos, até chegar ao Senado Federal em 1978. Presidiu o Senado por duas legislaturas e era senador quando morreu, em 13 de abril de 1998.

Integrante do “velho” MDB, depois PMDB, Lucena destacou-se pelo espírito conciliador e por sua luta pela redemocratização do país. Cássio lembrou que “Humberto foi um homem íntegro, correto, leal, muitas vezes incompreendido e injustiçado pela luta brava, destemida, corajosa e coerente contra a ditadura”.

O senador disse isso depois de participar, pouco antes, do lançamento do livro “Discursos Íntimos”, uma coletânea de poemas de Humberto, reunidos pela filha dele, a deputada estadual Iraê Lucena, na Biblioteca do Senado.  A iniciativa de Iraê, segundo Cássio, “revela um lado pouco conhecido do senador Humberto, que é exatamente a sensibilidade dele para transformar em palavras sentimentos humanistas”.

Por fim, Cássio Cunha Lima dirigiu-se ao presidente do Senado Federal, senador Renan Calheiros (PMDB-AL): “Em nome do povo da Paraíba, em reconhecimento à trajetória de Humberto nessa Casa e como presidente dela por duas oportunidades, fica o meu apelo para que possamos encontrar uma forma de homenagear, seja numa ala, seja em algum dos espaços físicos desse Senado, para eternizar a memória de Humberto Lucena, como reconhecimento a uma trajetória ilibada e correta, que ele construiu ao longo de, praticamente, meio século de vida pública”.

O presidente Renan Calheiros comprometeu-se a homenagear Humberto Lucena como forma de “interpretar o sentimento do Senado Federal”.

 

 

Assessoria

Outras Notícias

Últimas Notícias

© Copyright 2012 Portal Pedra Bonita - Email: contato@portalpedrabonita.com.br